Comemorações

TJPE celebra 193 anos nesta quinta-feira

Missa e solenidade de entrega de medalhas do mérito judiciário fizeram parte da programação

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 13/08/2015 às 11:37
Leitura:
Foto: JC Imagem

O Tribunal de Justiça de Pernambuco celebra 193 anos nesta quinta-feira (13), e para marcar a data uma missa foi realizada na manhã de hoje, na Igreja de São Francisco, na Rua do Imperador, no Centro da capital pernambucana. A solenidade foi celebrada pelo Padre Caetano Pereira.

Depois da missa, as 10h30, as festividades seguiram com a solenidade de entrega da medalha do mérito judiciário Desembargador Joaquim Nunes Machado, e do diploma de honra ao mérito. A solenidade acontece no salão de sessões Desembargador Antônio de Alves Brito, no Palácio da Justiça, sede do poder judiciário pernambucano. Além da presença de vários desembargadores, o Governador Paulo Câmara participa da solenidade.


O presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco, Frederico Neves, falou sobre as festividades. "O objetivo maior é agradecer a Deus por tudo aquilo que foi feito ao longo desta gestão para tornar o serviço judicial mais efetivo, visando justamente assegurar ao cidadão uma vida mais tranquila e pacífica apesar de toda a dificuldade que estamos enfrentando. O que importa observar é que o Tribunal de Justiça está, ao comemorar 193 anos de existência oferecendo serviços ao cidadão pernambucano, como por exemplo a instalação da audiência de custódia, que correrá na próxima sexta-feira, na presença do ministro Ricardo Levandowsky, do processo judicial eletrônico obrigatório para as 34 varas cíveis da capital e tantos outros serviços que nós estamos a oferecer ao povo de Pernambuco nesta semana", disse.

Como disse o presidente, amanhã às 10h30 da manhã, ele recebe o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), o Ministro Ricardo Levandowsky, para a primeira sessão do projeto Audiência de Custódia. Amanhã também tem o início da obrigatoriedade do processo judicial eletrônico para a distribuição de novas ações nas 34 varas cíveis da capital.

Confira o flash de Clarissa Siqueira:

Mais Lidas