JUDICIÁRIO

Sob protestos, presidente do Supremo Tribunal Federal cumpre agenda em Pernambuco

Ricardo Lewandowski também recebeu duas medalhas: a do Mérito Judiciário, do TJPE; e a medalha Eduardo Campos, da Defensoria Pública do Estado

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 14/08/2015 às 15:18
Leitura:
Foto: Fernando da Hora/JC Imagem


A visita do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Ricardo Lewandowski, a Pernambuco nesta sexta-feira (14) foi marcada por protesto dos servidores do Judiciário Federal. A categoria, em greve há dois meses no Estado, cobrou o apoio do magistrado na reivindicação pelo reajuste salarial de 56%, que foi vetado pela presidente Dilma Rousseff.

O também presidente do Conselho Nacional de Justiça, afirma que concordou com o veto por entender que o brasil passa por uma grave crise econômica e que esse aumento causaria grande impacto nos cofres públicos:



Mesmo com os manifestantes fazendo barulho na rua, dentro da sede do Tribunal de Justiça, localizada no bairro de Santo Antônio, na área central da capital, a agenda foi cumprida. O presidente do STF assinou um termo de cooperação técnica com o Tribunal de Justiça de Pernambuco para a implantação do Programa Audiência de Custódia, que prevê ouvidas em juízo para pessoas presas em flagrante, no prazo máximo de 24h após a prisão.

Ricardo Lewandowski ainda participou da primeira sessão do programa e recebeu duas medalhas: a do Mérito Judiciário, do TJPE; e a medalha Eduardo Campos, da Defensoria Pública do Estado. Depois de cumprir essa agenda no Estado, o ministro embarcou para a Paraíba.

Mais Lidas