SUPERVISIONAMENTO

Ipem Pernambuco começa fiscalização em comércio têxtil de Olinda

A ação é voltada para os produtos têxteis como tecidos, camisas, calças, vestidos, toalhas e lençóis

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 17/08/2015 às 13:58
Leitura:
Foto: Renato Spencer/JC Imagem


O Instituto de Pesos e Medidas de Pernambuco (IPEM), em conjunto com o delegado do Inmetro no Estado, começou nesta segunda-feira (17) uma blitz no comércio de Olinda. A ação é voltada para os produtos têxteis como tecidos, camisas, calças, vestidos, toalhas e lençóis. Durante a fiscalização, os técnicos avaliam as etiquetas fixadas nas peças, que devem conter informações necessárias para o consumidor e que são exigidas pelo Inmetro, como CNPJ ou CPF.

O diretor-presidente do Ipem no Estado, Pedro Paulo Carvalho, explica importância da fiscalização para os comerciantes e para os clientes:



Ainda de acordo com o presidente, caso algum produto seja considerado irregular, o comerciante vai ser notificado e pode receber uma multa que pode chegar até um milhão de reais.

A fiscalização em Olinda segue até a próxima terça-feira (25). Caso o consumidor perceba alguma irregularidade em produtos, pode entrar em contato pelo número 0800 081 1526.

Mais Lidas