PROCURA

Recifense adotada por holandeses na década de 80 procura pelos pais biológicos no Brasil

Quem tiver informações sobre os parentes de Natália pode entrar em contato com a redação da Rádio Jornal pelo número 3413.6307

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 18/08/2015 às 14:12
Leitura:
Foto: Reprodução/TV Jornal



Uma brasileira, de 30 anos nascida no Recife e adotada por um casal de holandeses na década de 80, está à procura da família biológica que mora no Brasil. Natália Ruth, que mora na Holanda, procura pelos parentes e entrou em contato com a produção da TV Jornal para que a história dela fosse divulgada.

A jovem já viajou três vezes para o Brasil, mas só encontrou uma certidão com poucas informações e fotos de funcionárias do abrigo Lar Maria Angelina, onde foi deixada.

A creche ficava no bairro de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, e não existe mais. Na esperança de encontrar os pais biológicos, Natália procurou uma comunidade numa rede social, que ajuda brasileiros adotados por casais holandeses, principalmente na década de 80. A dona da página, identificada como Lisa, conta que na época era mais fácil adotar uma criança no Brasil pagando uma quantia para adiantar o processo de adoção:



No caso de Natália, o processo de adoção envolveu pagamento ao Lar Maria Angelina de 40 mil euros, o que equivale a R$ 150 mil nos dias de hoje.

Quem tiver informações sobre os parentes de Natália pode entrar em contato com a redação da Rádio Jornal pelo número 3413-6307. Também é possível mandar um e-mail para o redacao@radiojornal.com.br

Mais Lidas