CRISE

Com salários atrasados, trabalhadores protestam na área central do Recife

Servidores da saúde estão em vigília no Palácio do Campo das Princesas. Terceirizados da PCR e do Governo devem se unir ao grupo

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 19/08/2015 às 8:20
Leitura:

Servidores de saúde estão em vigília desde ontem no Palácio do Campo das Princesas
Foto: Rafael Carneiro/ Rádio Jornal

Um grupo de trabalhadores terceirizados protesta, nesta manhã, contra o não pagamento dos salários pela Prefeitura do Recife e Governo do Estado. Os profissionais atuam em escolas municipais e também estaduais, além de terminais integrados e hospitais.

De acordo com a Força Sindical de Pernambuco, pelo menos 12 mil trabalhadores estão nessa condição de não receber salários e os donos de empresa já notificaram o sindicato informando que não vão ter condições de realizar os pagamentos.

LEIA MAIS: Profissionais de saúde de Pernambuco protestam contra atrasos dos salários

Rinaldo Junior, presidente da Força Sindical em Pernambuco, disse que o grupo irá se juntar aos servidores da saúde para tentar um encontro com o governador, no Palácio do Campo das Princesas. “Todos os secretários que nos ouviu conseguiu resolver. De um lado fica as empresas que, oficialmente, informaram ao sindicato que não vão mais pagar atraso de salário e do outro está o Governo do Estado dizendo que não tem nada a ver com isso. Então, no meio, está o trabalhador com fome”, denunciou Rinaldo, que ainda destacou o absurdo da situação e que os profissionais trabalharam o mês todo.

Trabalhadores terceirizados em protesto no Parque 13 de Maio
Foto: Rafael Carneiro/ Rádio Jornal

Os atrasos nos pagamentos estão acontecendo há pelo menos seis meses. Confira os detalhes no flash de Rafael Carneiro:

Os servidores da área de saúde estão em vigília no Palácio desde ontem. Um grupo dormiu no local e outros vão chegando. Eles trabalham em esquema de plantões extras pagos a cada 60 dias, mas reclamam que a pelo menos quatro meses não cai um centavo na conta. Ouça as informações no flash de Rafael Carneiro:

Ontem, os profissionais realizaram o quinto ato, em frente ao Hospital da Restauração.

Mais Lidas