CORTES

Redução da máquina pública abre apostas sobre quais ministérios vão deixar o Governo

O Governo Federal deve ainda reduzir cargos de confiança e integrando órgãos parecidos

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 25/08/2015 às 7:52
Leitura:
Foto: José Cruz/ Agência Brasil

O governo ainda não sabe por onde vai começar, mas nessa segunda-feira (24), o ministro do Planejamento Nelson Barbosa informou que a presidente Dilma Rousseff avalia fazer uma reforma administrativa e cortar 10 ministérios dos atuais 39.

Além desse corte, o Governo Federal deve fazer o enxugamento da máquina pública, reduzindo cargos de confiança, integrando órgãos parecidos. “A presidente deu um prazo para uma equipe liderada pelo Ministério do Planejamento com participação de todos os ministérios de apresentar uma proposta de reforma administrativa até o final de setembro”, destacou o Nelson Barbosa.

Confira os detalhes na reportagem de Romoaldo de Souza:

Na Câmara dos Deputados, o presidente Eduardo Cunha, autor de uma proposta que reduz para 20 o número máximo de ministérios, disse que, já que não é radical, a proposta do governo ameniza gastos públicos.

Essa proposta de enxugamento da máquina pública foi uma das recomendações dos empresários e da Ordem dos Advogados do Brasil. Na semana passada, o presidente da Confederação Nacional da Indústria, Robson Andrade, tinha proposto a valorização do servidor público com a redução dos cargos comissionados.

Mais Lidas