CAFÉ E CONVERSA

Romoaldo de Souza explica um dos motivos de ser servido café na sabatina de Rodrigo Janot

No início da tarde, quando um ou outro parlamentar já começava a cochilar, o presidente da comissão mandou servir café para todo mundo

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 26/08/2015 às 17:43
Leitura:
Foto: Reprodução



Na sabatina do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que começou por volta das 10h dessa quarta-feira (26), foi preciso muito café para suportar o batente. No início da tarde, quando um ou outro parlamentar já começava a cochilar, o presidente da comissão mandou servir café para todo mundo. Até Rodrigo Janot tomou uma xícara da bebida e agradeceu a gentileza. Segundo ele, para se manter alerta.

Uma das propriedades do café é a cafeína, também usada em alguns tipos de refrigerantes e nos energéticos. A cafeína, que deixou Rodrigo Janot desperto na sabatina dessa quarta-feira, é a mesma que deixa em alerta estudantes quando querem se debruçar nos livros ou profissionais quando têm que encarar uma longa jornada de trabalho.

Ouça a coluna Café e Conversa, com Romaldo de Souza, na íntegra:

Mais Lidas