CRISE

Para diminuir gastos, mais de 200 servidores comissionados serão demitidos na Alepe

A decisão de cortar servidores não efetivos foi tomada durante uma reunião extraordinária na casa e pretende enxugar as despesas com a folha de pagamento

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 27/08/2015 às 14:16
Leitura:
Foto: JC/Imagem

Vai ser discutido, às 10h da próxima segunda-feira (31), pela mesa diretora da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), a demissão de 245 comissionados de 49 gabinetes de deputados. O número corresponde à redução de cinco comissionados por gabinete.

A decisão de cortar servidores não efetivos foi tomada durante uma reunião extraordinária na casa, na quarta-feira (26) e pretende enxugar as despesas com a folha de pagamento.

O legislativo segue, assim, a decisão do Governo Estadual de reduzir os gastos, como explica o deputado estadual pelo PTB, Romário Dias, que integra a mesa diretora da assembleia:



A oposição da Alepe informou que só vai se posicionar depois da reunião da segunda-feira (31). Em 2013, pressionada pelos protestos de ruas por mudanças e controle dos gastos públicos, a Alepe reduziu o número de comissionados na casa de mais de 1.900 para 1200.

Mais Lidas