Investigações

Secretaria Estadual de Justiça e Direitos Humanos vai investigar presença de arma de fogo no Complexo do Curado

A arma estava dentro de um saco preto, e foi encontrada por agentes penitenciários que faziam ronda no espaço

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 27/08/2015 às 7:39
Leitura:
O Conjunto de Presídios do Curado vem enfrentando diversos problemas desde o início do ano. Foto: Fernando da Hora / JC Imagem

A pistola calibre 380 foi encontrada ontem, no pavilhão B da Penintenciária Marcelo Francisco de Araújo. A arma estava dentro de um saco preto, e foi encontrada por agentes penitenciários que faziam ronda no espaço.

De acordo com os agentes, há cerca de 20 dias, eles receberam uma denúncia sobre a presença de uma pistola na unidade prisional. Esta já é a quarta arma de fogo encontrada pelos policiais em presídios do estado.

O secretário de justiça e direitos humanos de Pernambuco, Pedro Eurico, diz que quer saber como a arma entrou na unidade. "São essas as de investigação que nos vamos proceder a partir de agora, para identificar e localizar como ela entrou na unidade, e a partir daí nós vamos também pedir à policia civil que nos ajude nesse processo de investigação, e além disso, nós precisamos ouvir as pessoas, presos e agentes, que vão nos levar a saber como ela entou", disse.

O Conjunto de Presídios do Curado vem enfrentando diversos problemas desde o início do ano. Só no presídio Frei Damião de Bozzano, 3 túneis foram encontrados por agentes somente neste mês de agosto.

Mais Lidas