Júri Popular

Supeitos de planejar a morte de médico Artur Eugênio vão à Juri Popular

A decisão foi tomada pela juíza Maria de Albuquerque, da 1ª Vara do Tribunal do Júri de Jaboatão dos Guararapes ontem

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 27/08/2015 às 9:31
Leitura:
Artur Eugênio, foi arrastado por dois homens na entrada do prédio onde morava, em Boa ViagemFoto: Reprodução / Facebook

Os suspeitos de planejar a morte do cirurgião Artur Eugênio, que foi arrastado por dois homens na entrada do prédio onde morava, em Boa Viagem, vão a Júri popular.

A decisão foi tomada pela juíza Maria de Albuquerque, da 1ª Vara do Tribunal do Júri de Jaboatão dos Guararapes ontem. A partir desta data, a defesa dos réus tem 5 dias para recorrer da decisão.

Depois disso, a juíza titualr irá marcar a data do júri. O médico Cláudio Amaro Gomes pode repsonder por homicídio duplamente qualificado. Já o suspeito Cláudio Amaro Gomes Junior vai se julgado por homicídio duplamente qualificado. Lyferson Barbosa da Silva e Jailson Duarte César vão responder por homicídio duplamente qualificado. Segundo a denúncia do Ministério Público de Pernambuco, o crime teria sido motivado por desentendimento profissional.

O corpo do cirurgião foi encontrado na BR-101, no bairro de Comporta, no município de Jaboatão dos Guararapes.

Mais Lidas