SEGURANÇA

Representantes de estados se reúnem no Recife para discutir sistema prisional

A população carcerária do País é de 600 mil detentos e a capacidade nas unidades chega a 300 mil. Esses dados são bem mais preocupantes em Pernambuco

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 28/08/2015 às 13:26
Leitura:
Foto: Rafael Carneiro/Rádio Jornal



Dificuldades e necessidades do sistema prisional trouxeram gestores para um encontro sobre o tema, aqui no Recife, nesta sexta-feira (28) - o primeiro a ser realizado fora de Brasília. Vinte e três secretários, que integram o Conselho Nacional de Secretários de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Administração Penitenciária (Conseje), discutiram aquisição de materiais de segurança, viaturas e transporte de reeducandos.

A falta de repasses de recursos de um fundo penitenciário, aos estados, foi o assunto de abertura da pauta. O fundo tem valor de R$ 2,3 bilhões e poderia estar sendo usado para a construção de unidades prisionais. O anfitrião do encontro, o secretário de Justiça e Direitos Humanos do Estado, Pedro Eurico, afirma que uma pauta conjunta vai ser encaminhada ao Governo Federal:



A reunião mostrou que o cenário de desaceleração e desemprego tende a prática de crimes e aumento da população carcerária. Dados do Ministério da Justiça apontam que a população carcerária do País é de 600 mil detentos e a capacidade nas unidades chega a 300 mil. Esses dados são bem mais preocupantes em Pernambuco.

O Conseje e o Ministério de Justiça já têm reunião agendada para o próximo dia 14, em Florianópolis.

Mais Lidas