CAFÉ E CONVERSA

Clientes são atraídos por cafeterias que servem água de graça junto com o café

No início dos anos 90, as cafeterias na Europa já praticavam essa política

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 31/08/2015 às 17:29
Leitura:
Foto: Reprodução/Internet



O cliente chega na cafeteria, pega um café expresso, e o rapaz que faz o atendimento serve também um copo d’água de graça. Essa é a nova moda em boa parte das cafeterias do Brasil, elas não cobram o copo de água que servem juntamente com o café, a não ser que o cliente escolha uma garrafa de água com gás, por exemplo. Mas, se for água sem gás, pode tomar à vontade.

Primeiramente, esse é um jeito carinhoso de receber o cliente não cobrando pela água que serve. Depois, na ponta do lápis, o lucro com a água é tão pequeno e o espaço que as garrafas ocupam é tão grande, que as cafeterias estão dando prioridades por reservar um espaço para expor doces, guloseimas, tortas, que combinam muito bem com o café.

No início dos anos 90, as cafeterias na Europa já praticavam essa política de colocar um filtro de carvão ativado na parede, uma jarra em cima da mesa, e o cliente poderia se esbaldar bebendo a quantidade de água que quisesse. A atenção deu tão certo a ponto das cafeterias brasileiras estarem começando a praticar essa delicadeza com o cliente.

Como no mundo do negócio, o lucro é o que move a roda do comércio, as cafeterias contam com o marketing e acreditam que os clientes vão sair falando bem do estabelecimento que não cobra pela água que serve.

Confira a coluna Economia e Negócios com Romoaldo de Souza:

Mais Lidas