SEGURANÇA

Governador fala sobre segurança em cerimônia de formação de mais de mil PMs

Paulo Câmara garantiu que dois concursos para área devem ser lançados nos próximos meses

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 31/08/2015 às 14:18
Leitura:
Foto: Guga Matos/JC Imagem


O governador Paulo Câmara (PSB) falou sobre segurança pública nesta segunda-feira (31), um dia após a discussão entre PMs que tirou a vida de um dos envolvidos dentro de uma viatura policial.

O socialista classificou como um fato isolado o episódio em que o soldado Flávio Oliveira da Silva, 32 anos, efetuou um disparo de pistola Ponto 40 na cabeça do cabo Adriano Batista da Silva, 41 anos, que não resistiu.

Ele se solidarizou com os familiares da vítima e minimizou o fato do PM que efetuou o disparo ter sido afastado por problemas mentais e dependência de álcool.

Paulo Câmara prometeu intensificar as ações de segurança:



Dois concursos para área devem ser lançados nos próximos meses, garantiu Paulo. A Associação de Cabos e Soldados condenou a situação de trabalho do policial Flávio Oliveira. O presidente Albérisson Carlos disse que ele já havia sido afastado por dois anos e que problemas psicológicos são comuns dentro da PM.

Os dois entrevistados nesta reportagem participaram da cerimônia de formação de 1117 policiais militares que vão reforçar batalhões da Região Metropolitana do Recife e já começam a atuar nas ruas nesta terça-feira (01).

Com estes novos policias, a corporação da Polícia Militar conta com um efetivo de 20.300 PMs.

Mais Lidas