DE BRASÍLIA

Ministro da Integração Nacional visita pontos de aplicação de geomantas no Recife

O Governo Federal liberou recursos para a aplicação da tecnologia em áreas de risco

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 31/08/2015 às 11:14
Leitura:
Foto: Carlos Augusto/ PCR

O prefeito do Recife, Geraldo Julio, conversou com a Rádio Jornal, no Passando a Limpo sobre a vinda do ministro de Integração Nacional, Gilberto Occhi. O prefeito disse que foi à Brasília e conseguiu recursos para construção de geomantas. O ministro vai visitar dois pontos onde vão ser aplicadas as tecnologias: o Alto do Reservatório, no bairro da Guabiraba, e o Alto do Maracanã, em Dois Unidos, áreas consideradas de risco de acidentes relacionados às chuvas.

Ele lembrou que no final de julho tivemos a maior chuva dos últimos 30 anos e que causou impacto em muitas encostas. “Gostaríamos muito de ter conseguido um recurso maior, mas conseguimos recursos na ordem de R$ 2.400 milhões. É um convênio de R$ 3 milhões, com R$ 600 mil de contrapartida da própria prefeitura”, detalhou o prefeito. “Vai dar para botar geomanta em 129 pontos do Recife. Pelo menos, 300 famílias na cidade vão viver com mais segurança e com mais preocupação”, apontou.

Sobre a decisão de demitir os orientadores de trânsito da cidade, os “amarelinhos”, o prefeito disse: “Não há redução de qualidade de serviço. A gente já tem eles [os amarelinhos] há mais de um ano, nós já colocamos câmeras que nos ajudam em determinados cruzamentos que eles faziam sozinhos. O que há é uma racionalização do trabalho deles, todos os corredores continuam tendo os orientadores”.

O prefeito foi reticente sobre o enxugamento de despesas com a demissão de cargos comissionados. “É um ano muito duro para o país, e nós estamos aqui fazendo o que é possível em redução de despesas desde o ano de 2013. Vocês são testemunhas de que a gente divulgou uma série de melhorias de preços em vários produtos, em vários contratos, que a gente tem aqui na prefeitura”, comentou o prefeito, destacando que vão continuar adotando estas medidas.

Geraldo Julio ainda aproveitou para falar sobre o Hospital da Mulher, destacando o estado caótico de várias maternidades.

Confira a entrevista completa que foi ao ar na primeira página do programa:

Mais Lidas