POLÊMICA

Proibida de realizar prévia, Pitombeira abre as portas aos foliões em protesto pró-cultura

Ministério Público alega que medida garante a segurança e o bem-estar social. Para o presidente da troça, a proibição é uma “tentativa de silenciar a cultura"

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 07/09/2015 às 10:38
Leitura:
Foto: Lélia Perlim/Rádio Jornal


Há 15 anos, a Troça Carnavalesca Pitombeira dos Quatro Cantos adota o feriado da independência como esquenta para o carnaval. Porém, em 2015, o desfile pelas ladeiras do Sítio Histórico da Cidade Alta não vai ocorrer.

A recomendação proibitiva é assinada pelo Ministério Público de Pernambuco, com o aval da Prefeitura de Olinda e da Polícia Militar de Pernambuco. A justificativa é de que a Pitombeira deveria solicitar com antecedência um apoio no esquema de segurança.

De acordo com as autoridades, a medida garante o bem-estar coletivo e a preservação do espaço público. Inconformados, carnavalescos e foliões realizam um protesto na sede da troça, que fica na Rua 27 de Janeiro, no Bairro do Carmo, Sítio Histórico da Cidade.

De acordo com o presidente da Pitombeira dos Quatro Cantos, Júlio Silva Filho, as portas estarão abertas para o povo. “Vamos estar com todo nosso aparato, orquestra e passistas em silêncio, dentro da sede. Mas, muitos movimentos estão surgindo e pretendem sair cantando na garganta o hino de Pitombeira em resistência à tentativa de silenciar a cultura pernambucana”, desabafa.

“O próximo evento está marcado para acontecer a partir do dia 20 e se repetir em todos os domingos até o carnaval. Hoje, pelo menos um radinho de pilha queremos ter”, completa. Saiba mais na reportagem de Lélia Perlim:

A Pitombeira tem 68 anos e é uma das mais tradicionais agremiações do carnaval de Olinda. O clube foi notificado pelo Ministério Público na última sexta-feira (4).

Mais Lidas