Briga entre torcidas organizadas termina com dois feridos e sem nenhum preso

Conflito entre torcedores do Santa Cruz, Paysandu e Náutico aconteceu em frente à sede do Timbu, após derrota do Coral para o Papão

VIOLÊNCIA

Da Rádio Jornal

Foto: Ricardo Labastier/JC Imagem


Dezenas de pedras lançadas, carros danificados e vidros quebrados na frente da entrada da sede do náutico, no bairro dos Aflitos, Zona Norte do Recife. Esse foi o cenário que restou do confronto entre torcidas organizadas do Santa Cruz e do Paysandu. 

Os grupos se enfrentaram pouco tempo depois que o Santa perdeu por 2 x 1 para o Paysandu, dentro do estádio do arruda. Os torcedores alvirrubros também se envolveram no conflito. Isto por que a chamada “Terror Bicolor”, de Belém do Pará, têm uma parceria com torcedores do Náutico. Saiba mais na reportagem de Artur Ferraz:

Estabelecimentos comerciais foram fechados às pressas por conta do corre-corre dos torcedores e das pedras lançadas de ambos os lados. O trânsito ficou congestionado e moradores acabaram sitiados em meio à confusão generalizada. Veículos que estavam estacionados dentro da sede foram depredados. 

O subcomandante do 13º Batalhão, major Daniel Dias, diz que o efetivo de policiais era muito menor que o número de pessoas envolvidas no confronto. Durante o tumulto, dois integrantes da torcida do Paysandu ficaram feridos e foram encaminhados ao Hospital da Restauração, no Derby. Ninguém foi preso.

TAGS

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

CONTINUE LENDO