CIDADE VIVA

Governo do Estado analisa aumento de impostos para amenizar os efeitos da crise

No último mês de julho, a taxa de desemprego na Região Metropolitana do Recife chegou a 9,2%. Nos sete primeiros meses de 2015, foram fechados mais de 77 mil postos de trabalho

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 10/09/2015 às 21:14
Leitura:
Foto: Portal NE10

O momento de crise em que Pernambuco e o Brasil passam foi o tema do programa do Jornal do Commercio, “Cidade Viva”, desta quinta-feira. O convidado da vez foi o secretário da fazenda do estado, Márcio Stefanni, que conversou com o editor de política do JC, Gilvan Oliveira; com o colunista da coluna Pinga-Fogo, Giovanni Sandes; e com a repórter especial de cidades, Ciara Carvalho. O debate foi mediado pela jornalista, Inês Calado, do portal NE10.

No mês passado, o governador Paulo Câmara anunciou um corte de quase um bilhão de reais nas contas do estado. Além desses assuntos, o secretário Márcio Stefanni falou que a questão da saúde é um dos pontos menos afetados com a crise. “Nós estamos atentos a tudo o que acontece na saúde, embora neste ambiente de crise que nós vivemos, é uma das secretarias é que tem o seu fluxo de caixa menos afetado”, afirma.

Acompanhe a reportagem de Pedro Souza:

Stefanni também comentou sobre a Operação Tapa-Buraco na BR-101. O secretário afirmou que a previsão de conclusão do trabalho é no próximo mês de dezembro. Além disso, o convidado afirmou que o estado cogita vender patrimônios para aumentar o caixa estadual. Com isso, Márcio Stefanni garantiu que Paulo Câmara vai cumprir todas as promessas de campanha.

Assista aqui o programa Cidade Viva sobre os cortes no orçamento de PE

Mais Lidas