CONSULTÓRIO

HPV e o Câncer de Colo de Útero no Consultório de Graça

Estatística aponta que mais de 90% dos casos de câncer do Colo de útero tem relação com o HPV. Ano passado, a doença atingiu cerca de 16 mil mulheres e matou 5.430

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 10/09/2015 às 22:40
Leitura:
Foto: Isabela Lemos/Rádio Jornal

HPV é a sigla em inglês para papilomavírus humano. Os vírus são capazes de infectar a pele ou as mucosas. Existem mais de 200 tipos diferentes de HPV, sendo que cerca de 40 tipos podem infectar o trato ano-genital. Para dar mais detalhes sobre o assunto, a jornalista Graça Araújo conversou com o ginecologista Aurélio Costa e a oncologista Cristiana Tavares.

De acordo com a oncologista Cristiana Tavares, a contaminação com o HPV não se dá apenas pelo contato sexual, como também através do uso de banheiro, de calcinha, da toalha de banho, etc. “Isso é muito importante deixar claro aqui, porque muitas mulheres ao contrair o vírus, pode chegar no consultório médico dizendo que o marido a traiu ou algo do tipo. Até essa vida pregressa tanto do homem como o da mulher tem haver com a contaminação do HPV”, explica.

Segundo o ginecologista Aurélio Costa, não é só a presença do HPV que garante o surgimento do tumor no Colo do útero. “A gente sabe hoje em dia, que 95% deste tipo de câncer está associado ao papilomavírus, isso aí é certo, mas o HPV sozinho não tem competência suficiente para gerar o tumor”, ressalta.

Ouça o programa na íntegra:

Mais Lidas