MOBILIZAÇÃO

Terceirizados do Estado e Prefeitura do Recife protestam contra atrasos em salários e onda de demissões

“Eles estão cortando na carne. Na carne de quem mais precisa”, diz Rinaldo Júnior, presidente da Força Sindical

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 10/09/2015 às 11:04
Leitura:
Foto: Rafael Carneiro/JC Imagem


Funcionários de órgãos do Governo do Estado e da Prefeitura do Recife realizam caminhada na manhã desta quinta-feira (10). Eles protestam contra os atrasos nos pagamentos de salários, além da insegurança nos postos de trabalho. Quem ainda não perdeu o emprego se queixa dos constantes atrasos nos salários, tíquete alimentação e vale transporte.

A passeata saiu do Parque 13 de Maio, na área central do Recife, com paradas na Assembleia Legislativa, no Tribunal de Contas, na Procuradoria Geral do Estado, encerrando o protesto em frente à Secretaria da Fazenda, onde esperam ser recebidos por Márcio Stefanni. O repórter Rafael Carneiro está no local e traz mais informações:

De acordo com a Força Sindical, que organiza o movimento, mais de 2.400 trabalhadores foram demitidos. Atualmente, cerca de 12 mil funcionários prestavam serviço de terceirização no poder público. Eles atuavam em funções estratégicas nos hospitais, escolas e nos terminais integrados de ônibus. “Eles estão cortando na carne. Na carne de quem mais precisa”, diz Rinaldo Júnior, presidente da associação em Pernambuco.

Mais Lidas