OPINIÃO

Repercussão no setor privado das medidas divulgadas pelo governo

Esse foi o assunto da coluna Economia e Negócios, desta terça-feira (15), com o economista Écio Costa

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 15/09/2015 às 13:49
Leitura:
Os ministros da Fazenda, Joaquim Levy, e do Planejamento, Nelson Barbosa,
anunciaram os cortes no orçamento - Foto:Valter Campanato/Agência Brasil


O governo Dilma Rousseff anunciou ontem um corte de R$ 26 bilhões nas despesas previstas no Orçamento de 2016 e voltou a propor a criação de um imposto sobre operações financeiras, como a antiga CPMF, para equilibrar as contas públicas.

Também para elevar as receitas da União, o governo anunciou a ampliação do Imposto de Renda sobre ganho de capital para vendas de bens que resultem em ganhos acima de R$ 1 milhão e o adiamento de janeiro para agosto do pagamento do reajuste salarial dos servidores públicos, além da suspensão de novos concursos que estavam previstos para 2016.

Ouça a coluna na íntegra:

Mais Lidas