DEBATE

A arte de conviver com as diferenças no debate desta quarta-feira

Os convidados de Geraldo Freire trouxeram importantes lições para lidarmos com o diferente

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 16/09/2015 às 17:28
Leitura:
Foto: Reprodução internet


No debate da Super Manhã desta quarta-feira (16), o comunicador da maioria, Geraldo Freire, recebeu no estúdio da Rádio Jornal, o secretário de mobilidade urbana, João Braga, o presidente do Sindicato de Habitação do Estado (Secovi) e o médico Aurélio Molina. Em pauta, a convivência coletiva e como lidar com o diferente.

O médico Aurélio Molina acredita que as pessoas estão se tolerando cada vez menos. “Eu acho que isso é um dos grandes atrasos do Brasil”, afirmou. De acordo com o médico entende que a permissão do contraditório no Brasil, por causa das culturas de autoritarismo - onde as pessoas querem opiniões e não estão abertos ao diálogo – e o conservadorismo, o medo da mudança e do novo. “Isso se alastra de tal maneira que impede a evolução da sociedade brasileira (...) e mais, juntando com o stress do dia-a-dia, vem a intolerância. Isso precisa mudar dentro de casa”, conclui.

O secretário de mobilidade urbana, João Braga, falou sobre a formação democrática por convicção e comentou sobre algumas arbitrariedades e intolerância em questões que envolvem futebol e trânsito. Ele citou o caso da privada e outras situações entre torcidas.

Confira o debate da Super Manhã nos players abaixo:

Mais Lidas