GOVERNO

Dilma responsabiliza deputados e senadores por negociações dos valores da alíquota da nova CPMF

A presidente disse que se o Congresso Nacional aumentar a alíquota da CPMF, a decisão é de deputados e senadores

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 16/09/2015 às 7:27
Leitura:
Foto: Marcos Santos/USP Imagens

A presidente Dilma Rousseff disse nesta terça-feira (16) que se o Congresso Nacional quiser aumentar a alíquota da CPMF e passar o percentual da arrecadação para os Governos Estaduais, a decisão é de deputados e senadores.

A pergunta feita para a presidente era sobre uma articulação de governadores para alterar a alíquota de 0,20% para 0,38%. Essa diferença seria dividida com os governos estaduais desde que o total das arrecadações seja destinada a cobrir o rombo da Previdência Social.

Na câmara, o presidente Eduardo Cunha acredita que vai ser muito difícil aprovar as medidas anunciadas na última segunda-feira pela equipe econômica, e destacou que faltou a presidente Dilma Rousseff sinalizar que está disposta a cortar gastos do governo antes de propor um novo tributo ao contribuinte.

Confira detalhes no flash de Romoaldo de Souza:

Mais Lidas