ACIDENTE

Irmãs atingidas por explosão em barraca de lanches se recuperam no Hospital da Restauração

As meninas de quatro e sete anos estavam com o pai em uma carrocinha de cachorro quente quando se queimaram em um fogareiro feito com álcool

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 18/09/2015 às 11:41
Leitura:
Foto: Arquivo/JC Imagem


As duas irmãs têm quatro e sete anos e estão internadas no Hospital da Restauração há 12 dias. Elas se queimaram após uma explosão causada por álcool na carroça de cachorro quente em que os pais trabalham. O estado delas é estável e inspira cuidados, mas as meninas não correm risco de morte.

O repórter Eliel Alves conversou com o chefe do Setor de Queimados do HR, Marcos Barreto, para saber quais cuidados serão tomados daqui para a frente. Como elas tiveram queimaduras de segundo e terceiros graus na face e nos membros inferiores e superiores, a recuperação é lenta e tem que ser feita, pelo menos em boa parte do tratamento, dentro do ambiente hospitalar.

De acordo com Marcos Barreto, as meninas vão precisar passar por cirurgia plástica para reparar as áreas em que os ferimentos foram mais graves. “As crianças estão bem, as queimaduras de segundo grau já estão com uma resolução muito boa e estão restando as de terceiro”, explica.

As irmãs estão sendo acompanhadas pelos pais durante o internamento. Ainda não há expectativa de alta para as meninas nas próximas semanas.

Mais Lidas