ATRASOS

Com promessa de pagamento de salários, terceirizados do IML voltam ao trabalho

Categoria, no entanto, ameaça paralisar de forma geral caso pagamento não seja realizado

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 22/09/2015 às 14:33
Leitura:

Foto: Reprodução/ TV Jornal

Funcionários terceirizados do Instituto de Medicina Legal (IML) do Recife, no bairro de Santo Amaro, na área central da capital pernambucana, retomaram as atividades no início da tarde desta terça-feira (22). O cenário de calma, no local. A quantidade de familiares já diminuiu bastante pois os corpos já começaram a ser liberados novamente.

Pela manhã, a categoria paralisou as atividades em protesto pelo atraso no pagamento dos salários e tíquete alimentação, atrasados há quase dois meses, segundo os trabalhadores.

A repórter Lélia Perlim traz os detalhes:

Com a paralisação, as atividades de remoção de corpos nas ruas, preparação de cadáveres e até a limpeza do IML ficaram prejudicadas.

O presidente da Força Sindical em Pernambuco, Rinaldo Junior, relatou que os trabalhadores decidiram encerrar a paralisação depois que foram procurados pelos representantes das empresas terceirizas e que foi realizada uma assembleia para definir os rumos da paralisação. “Representantes dos empresários informaram que a SDS [Secretaria de Defesa Social] já estaria depositando o dinheiro na conta da empresa e, de forma contínua, esse dinheiro iria direto para a conta dos trabalhadores”, disse.

No entanto, Rinaldo Junior faz um alerta. “O trabalhador definiu voltar às atividades para que a população não seja mais prejudicada. Se até amanhã, às 16h, esse dinheiro não estiver depositado a paralisação que foi hoje de advertência será de forma geral, até que recebam os salários”, ameaçou o representante.

Ao todo, são 68 terceirizados no IML do Recife, sendo 12 no setor de limpeza e 56 que trabalham com outros serviços. Na semana passada, o governador Paulo Câmara anunciou a melhoria nos equipamentos do Estado e a construção de um IML no Sertão do Araripe.

Mais Lidas