POLÍTICA

Em debate na Rádio Jornal, Geraldo Julio garante que município não aumentará impostos

Para prefeito do Recife, cidade está conseguindo sofrer menos com crise econômica

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 22/09/2015 às 12:24
Leitura:
Foto: JC Imagem


Em entrevista ao programa de Geraldo Freire, na Rádio Jornal, o prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB) falou sobre os momentos turbulentos da economia e disse que a cidade está conseguindo sentir menos efeitos do que outros municípios pelo país. Durante o debate da “Super Manhã” desta terça-feira (22), ele defendeu a gestão: “Várias prefeituras pelo país estão com salários atrasados, em situação crítica. No Recife, não acontece isso”.

Com o anúncio de aumento de impostos por parte do Governo Federal e, mais recentemente, pelo Governo do Estado, o socialista garantiu que a cidade do Recife não vai entrar no mesmo caminho. “Não está nos nossos planos aumento de impostos. Nossa redução é no campo administrativo”, declarou. Ouça o debate na íntegra:

O prefeito criticou a gestão da presidente Dilma Rousseff (PT) e disse que a situação atual é muito difícil e que não é apontado um caminho de melhora. Ele lembrou que a economia está em recessão neste ano, quadro que deve se repetir em 2016. Geraldo Julio ainda frisou que a gestão municipal se adiantou à situação: “Desde o ano passado que venho promovendo ajustes, já percebendo a situação problemática que o Brasil atravessa”.

Para o gestor, o agravamento da crise econômica pode fazer a cidade a buscar por mais receitas. Ele defendeu obras como o Hospital da Mulher, mas ressaltou que vai precisar de recursos do SUS para manter a unidade, que ainda está em construção. Geraldo Julio ainda falou de políticas para melhora da mobilidade, como a implantação da Faixa Azul e a contratação de guardas municipais.

ELEIÇÕES 2016

Durante a entrevista, o prefeito não quis comentar sobre as eleições do ano que vem, quando deve tentar a reeleição. “Nesse momento de crise, cabe a gente trabalhar mais. A eleição fica pro ano que vem”, declarou. O socialista garante que tem pesquisas internas que apontam a aprovação da gestão municipal em 75%.

Mais Lidas