CRIME

Preso o segundo suspeito da morte de atendente de telemarketing no Paulista

Artur Filipe Silva Cunha seria cúmplice de Breno Aguiar Pereira Bezerra, que atirou em Suelen Lopes por engano

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 01/10/2015 às 14:37
Leitura:
Foto: Polícia Civil


A Polícia Civil divulgou nesta quinta-feira (1) detalhes da prisão de um dos suspeitos de participar da morte da operadora de telemarketing, Suelen Lopes, na saída de uma casa de shows, em Pau Amarelo, no Paulista, no mês passado.

Artur Filipe Silva Cunha seria cúmplice de Breno Aguiar Pereira Bezerra, que atirou na atendente por engano. Breno pretendia matar um homem conhecido por Geison, com quem se desentendeu. Para se vingar, ele saiu da casa de shows para buscar um revólver e, junto a Artur, que conduzia a motocicleta, voltou ao local, disparou e, por acidente, atingiu a mulher.

O titular da delegacia de Maria Farinha, Álvaro Muniz, detalha como a polícia chegou aos suspeitos:



Breno Aguiar Pereira Bezerra foi preso dias antes do crime por posse ilegal de arma de fogo e foi encaminhado ao Cotel. Em seguida, foi expedido o mandado de prisão preventiva pelo assassinato de Suelen.

Breno confessou que atirou na atendente, já Artur afirma que estava presente, mas que não sabia que Breno tinha intenção de matar Geison. Os dois respondem pelo crime de homicídio duplamente qualificado.

Mais Lidas