INTERIOR

Quase 20 dias depois de ter sido dada como morta, paciente falece no Hospital Getúlio Vargas

Josefa Canuto era a mãe do Padre de Glória do Goitá. Foi ele quem recebeu a notícia da morte da mãe no início do mês

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 01/10/2015 às 1:02
Leitura:
Foto: reprodução/site Secretaria de Saúde


A mãe do padre Dijailson Canuto, de Glória do Goitá, no Agreste pernambucano, morreu na noite desta quarta-feira (30). A notícia foi publicada pelo próprio sacerdote em uma rede social. Josefa Canuto Martins, de 63 anos, estava internada no Hospital Getúlio Vargas, no Recife, desde o dia 4 de setembro.

No dia 11 do mesmo mês, ela foi dada como morta pela equipe da unidade de saúde. O padre chegou a fazer os preparativos para o velório e o enterro, mas descobriu que a senhora estava viva quando foi recolher o corpo.

Mais Lidas