CRIME AMBIENTAL

Suspeitos de traficar aves silvestre, neto e avô responderão em liberdade

Eles são suspeitos de traficar aproximadamente 90 aves

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 01/10/2015 às 15:18
Leitura:
Imagem ilustrativa

Avô e neto, suspeitos de traficar aves silvestres vão responder ao processo em liberdade. Eles foram encaminhados nesta quarta-feira (30) à delegacia de Buíque, no Agreste de Pernambuco, depois de uma denúncia.

Os dois prestaram depoimento e foram liberados. Segundo a Polícia Militar, Felipe Ferreira da Silva, de 25 anos, estava com três aves, conhecidas popularmente por galo de campina, quando foi detido no centro da cidade.

Com o avô, Amâncio Victor Bezera, de 66 anos, foram encontrados 21 galos de campina. Outras 69 aves de várias espécies foram recolhidas na casa de Felipe. Entre os pássaros apreendidos estão espécies de papa-capim, azulão e galo de campina. Os pássaros foram encaminhados a delegacia do município.

Mais Lidas