SITIADO

Eduardo Cunha diz que cancelou viagem internacional para ir a casamento de amigo

O deputado alegou que achou melhor ficar no Brasil para participar do casamento do senador Romero Jucá, do PMDB de Roraima

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 02/10/2015 às 10:01
Leitura:
Foto: Gilmar Felix/ Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, está sitiado no Brasil. Ele está com receio de deixar o país por conta das investigações da Operação Lava Jato. Ele tinha confirmado presença no 1º Fórum Parlamentar da Itália, América Latina e Caribe, que acontece em Roma, mas depois que a Procuradoria Geral da República informou ter recebido confiramção de que o presidente da Câmara tinha uma conta bancária aberta na suíça, ele desistiu de viajar. O deputado alegou que achou melhor ficar no Brasil para participar do casamento do senador Romero Jucá, do PMDB de Roraima.

Confira os detalhes no flash de Romoaldo de Souza, direto de Brasília:

Na quarta-feira, o Ministério Público da Suíça enviou ao Brasil documentos sobre investigações contra o presidente da Câmara. Eduardo Cunha é suspeito de participar de crime de lavagem de dinheiro e corrupção. Quando prestou depoimento na CPI da Petrobrás, no começo do ano, Eduardo Cunha declarou que não tinha contas no exterior.

Ontem um grupo de parlamentares do PMDB leu um manifesto pedindo uma nova agenda para o partido, e se dizendo contrário a participação da legenda na reforma ministerial que será anunciada na manhã desta sexta-feira pela presidente Dilma Rousseff. O manifesto contra a permanência do partido no governo tem o apoio de 22 deputados de um total de 66 parlamentares do PMDB.

Mais Lidas