ZONA SUL

Polícia Civil apresenta prisão de um dos suspeitos de assalto a joalheria em Boa Viagem

Geison Felix da Silva estava com o veículo que teria sido usado na ação

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 02/10/2015 às 15:03
Leitura:
Delegado Mauro Cabral, ao centro
Foto: Isabela Dias

A Polícia Civil apresentou nesta sexta-feira (2), a prisão de um dos suspeitos de assaltar a joalharia Carla Amorim, em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, em agosto deste ano. Geison Felix da Silva estava com o veículo que teria sido usado na ação. Com ele, também foram encontradas armas e um fardamento dos Correios.

Na investida, um dos suspeitos vestia a farda da empresa e solicitou ao vigilante a entrada no local para entrega de uma encomenda. Em seguida, anunciou o assalto. De acordo com a Polícia Civil, cerca de cinco pessoas participaram da ação. Foram roubadas da joalharia em torno de 140 peças, mas o valor não foi revelado.

Detalhes na reportagem de Isabela Dias:

O delegado titular da Delegacia de Roubos e Furtos, Mauro Cabral, detalha como chegou até o suspeito. “Nós passamos a empreender diligências, estudar o local do crime e no hall dessas diligências, nós identificamos que um veículo havia sido utilizado, um prisma branco. Nós conseguimos a placa desse veículo. Abordamos uma pessoa que estava com esse veículo, que era roubado”, explicou. “Esta pessoa foi presa em flagrante com duas armas de fogo e um fardamento dos correios que foi utilizado no assalto. Essa pessoa negou participação no assalto, mas disse que iria receber 10% do valor do roubo”, completou.

O outro suspeito identificado, Alexandre dos Santos Barros, aparece nas imagens usando a farda dos correios. A perícia do Instituto Tavares Buril (ITB) chegou ao suspeito através da identificação das digitais.

A perita do ITB, Patrícia Gueiros, explicou que o material foi encontrado no pacote levado pelo Aexandre e nos expositores de joias do estabelecimento, o que confirma a participação dele no assalto.

Ainda de acordo com o delegado, os trabalhos de investigação continuam para identificar os demais envolvidos no crime. Quem tiver informações sobre os suspeitos, podem entrar em contato com a delegacia de roubos e furtos ou pelo disque denúncia no 3421-9595. As joias levadas não foram recuperadas.

Mais Lidas