DIREITO

Marcha das Mulheres Negras 2015 pede fim do racismo e bem viver para toda a população

A marcha será realizada em Brasília, mas Pernambuco também será realizada uma edição

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 05/10/2015 às 18:21
Leitura:
Militante negra Vera Baroni


No próximo dia 18 de novembro será realizada a Marcha das Mulheres Negras 2015, em Brasília, contra o racismo, a violência e pelo bem viver. Sobre o assunto, Graça Araújo conversou com Vera Baroni, do Comitê Impulsor da Marcha das Mulheres Negras.

De acordo com Vera, o objetivo é fazer com que o Brasil seja um país de igualdade. "Nós vivemos num país em que a Constituição preconiza a igualdade de todos nós, mas nós sabemos que o racismo, a violência, o preconceito e a descriminação racial ainda estão muito presentes e nós precisamos exercer a nossa cidadania para que isso desapareça da relação entre as pessoas e as instituições também”, destacou.

Confira a entrevista completa:

No dia 16 de novembro, antes da saída da delegação pernambucana, será realizada uma marcha aqui no Estado. “Nós também queremos levar às autoridades de Pernambuco, de todos os poderes, e também à sociedade os nossos pleitos, nossos desejos para que um dia a discriminação e o racismo não mais existam e que nós possamos construir o bem viver para todos nós”, acrescentou a militante.

A marcha será realizada pela manhã, com concentração às 9h, ainda sem local definido. “A marcha é das mulheres negras, mas na verdade é pela democracia. Não pode existir uma democracia num país se um segmento da população é discriminado”, concluiu Vera destacando ainda que os negros representam 53% da população.

Mais Lidas