CINQUENTINHAS

Cerca de mil cinquentinhas já foram apreendidas no Recife desde agosto deste ano

Desde 31 de julho, as motos com até 50 cilindradas só podem sair das lojas e circular pelas ruas depois de serem emplacadas

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 06/10/2015 às 14:39
Leitura:
Foto: JC Imagem


Do dia 1° de agosto até agora, cerca de 1000 motos com até 50 cilindradas, conhecidas como cinquentinhas, já foram apreendidas no Recife e região metropolitana. Os dados foram divulgados pelo Detran Pernambuco e pelo Batalhão de Polícia de Trânsito.

Só em setembro, o número de apreensões praticamente triplicou. Duzentas dessas motos foram recolhidas neste período. Desde o dia 31 de julho, as motos com até 50 cilindradas só podem sair das lojas e circular pelas ruas depois de serem emplacadas. Os ciclomotores deixaram de ser responsabilidade dos municípios e passaram a ser licenciados e registrados pelo departamento de trânsito de Pernambuco. Dessa forma, o emplacamento das cinquentinhas e o pagamento de taxas, como o seguro Dpvat, começaram a ser obrigatórios. O presidente do Detran, Charles Ribeiro, afirma que as fiscalizações estão sendo intensificadas.”Nossos agentes estão fazendo isso na periferia dos grandes centros urbanos, lá se encontram o maior índice de utilização desses ciclomotores com o mínimo de segurança”, disse.

O prazo para que todos os ciclomotores sejam emplacados é 11 de novembro, data limite dada pelo governo federal para que as prefeituras deixem totalmente de ser responsáveis pelo emplacamento desses veículos. Ccharles Ribeiro também destaca que proprietários das cinquentinhas podem regulamentar a situação até o dia 31 de dezembro, se dirigindo a qualquer posto do Detran, além de realizar vistoria e pagar a taxa proporcional correspondente.

A partir de 12 de novembro, toda cinquentinha que ainda não estiver licenciada será apreendida. O proprietário vai ganhar sete pontos na carteira de habilitação e será multado no valor R$ 191,12.

Confira a reportagem de Ísis Lima:

Mais Lidas