PEDALADAS FISCAIS

Votação do relatório sobre pedaladas fiscais de Governo Dilma são mantidas para esta quarta

Antes da reunião, os ministros do TCU vão analisar o pedido feito pelo advogado geral da união para que o relator do processo seja destituído da função

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 06/10/2015 às 7:57
Leitura:

O presidente do Tribunal de Contas da União, o ministro Aroldo Sedraz, manteve a votação do relatório sobre as pedaladas fiscais da presidente Dilma Rousseff para a sessão desta quarta-feira (7). Antes da reunião, os nove ministros do TCU vão analisar um pedido feito pelo advogado geral da união Luiz Inácio Adams, para que o relator do processo, o ministro Augusto Nardes, seja destituído da função de relator. O Governo acusa o ministro de ter antecipado o voto pela rejeição das contas da presidente.

Confira os detalhes no flash de Romoaldo de Souza, direto de Brasília:

Em nota, o ministro Augusto Nardes acusou o Governo de tentativa de intimidação, e negou que tenha antecipado o voto pela rejeição de Dilma Rousseff. As pedaladas fiscais foram manobras contábeis que o Palácio do Planalto realizou na gestão de 2014, para encobrir um suposto rombo no caixa de R$40 bilhões.

Mais Lidas