REABERTURA

TSE reabre ação do PSDB pedindo impugnação do mandato de Dilma e seu vice

O caso foi arquivado no começo do ano por alegações de que as denúncias do PSDB se baseavam em notícias da imprensa

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 07/10/2015 às 7:32
Leitura:
Foto: Lula Marques/ Agência PT

Por cinco votos contra dois, o Tribunal Superior Eleitoral decidiu reabrir uma ação do PSDB pedindo a impugnação do mandato da presidente Dilma Rousseff, e do vice dela, Michel Temer, por suposto abuso de poder econômico e político nas eleições do ano passado. Em fevereiro, a ministra Maria Tereza Moura teria mandado arquivar o caso, alegando que as denuncias do PSDB se baseavam em notícias veiculadas na imprensa.

Na sessão desta terça-feira, a maioria dos ministros do TSE optou por dar andamento nas investigações de que a campanha da chapa, que foi encabeçada por Dilma, teria sido financiada por doações oficiais de empreiteiras que tinham contrato com a Petrobrás, como parte da distribuição de propinas de um esquema fraudulento revelado na Operação Lava Jato.

Confira os detalhes no flash de Romoaldo de Souza, direto de Brasília:

A defesa da presidente Dilma e do vice Michel, alega que quanto a origem das doações, o mesmo TSE já teria ouvido o doleiro Alberto Yousseff, preso na Operação Lava Jato, e o ex diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, acusados no esquema de corrupção e investigados pelo juiz Sérgio Mouro.

Mais Lidas