DIRETO DE BRASÍLIA

OAB criou uma comissão destinada a analisar a contabilidade do governo de 2014

A partir desta análise, a OAB vai decidir se propõe ou não o Impeachment da presidente Dilma Rousseff

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 09/10/2015 às 7:35
Leitura:

O recado da presidente Dilma Rousseff ontem foi claro: Para o governo, a derrota no Tribunal de Contas da União, que recomendou a rejeição das contas do governo em 2014, é pagina virada. Agora é hora de olhar para frente.

Na quarta-feira, por unanimidade, os nove ministros do TCU recomendaram que o Congresso Nacional rejeite as contas do Governo do ano passado. A palavra final é dos deputados e senadores, mas só deve ser dada, possivelmente, em fevereiro do ano que vem.

Ontem a Órdem dos Advogados do Brasil informou que foi criada na entidade uma comissão destinada a analisar os aspectos jurídicos e a existência ou não do crime de responsabilidade pela presidente da república, com relação a contabilidade do governo em 2014. A partir desta análise, a OAB vai decidir se propõe ou não o Impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Confira os detalhes na matéria de Romoaldo de Souza, direto de Brasília:

Além de união da bancada governista no Congresso Nacional, a presidente Dilma pediu aos ministros na primeira reunião depois de toda essa confusão que trabalhem pelo sucesso do Governo nas próximas votações.

Mais Lidas