ZONA OESTE

Defesa Civil do Recife cadastra vítimas de incêndio na comunidade do Chiclete, na Iputinga

Uma equipe formada por engenheiros e técnicos sociais da Defesa Civil do Recife, na manhã desta terça-feira

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 13/10/2015 às 16:49
Leitura:
Foto: Isabela Dias/ Rádio Jornal


Quinze famílias perderam casas, eletrodomésticos e documentos no incêndio ocorrido nessa segunda-feira (12) na comunidade do Chiclete, localizada no bairro da Iputinga, Zona Oeste do Recife. Na manhã desta terça-feira (13), os moradores estiveram no local para tentar recuperar algum pertence.

Uma equipe formada por engenheiros e técnicos sociais da Defesa Civil do Recife também esteve no local. Eles realizaram o cadastramento das famílias que tiveram as casas destruídas pelo fogo.

O secretário executivo da Defesa Civil, Cássio Sinomar, detalha a análise feita no local e a possibilidade de desocupação de outros imóveis. "O que a gente pode observar é que nenhuma das casas que foi destruída não são casas de alvenaria. A gente vai verificar com o pessoal esses locais e os barracos os que precisam realmente ser desoculpados", disse. A prefeitura oferece o abrigo na Travessa do Gusmão, na Rua Imperial, para atender os desabrigados.

Confira os detalhes na reportagem de Isabela Dias:

Aproximadamente 100 famílias residem na comunidade do chiclete. Ao lado da comunidade, está sendo concluída a obra do Conjunto Habitacional Casarão do Barbalho, que possui 384 unidades. As famílias desabrigadas chegaram a ocupar o local ainda na segunda à noite, liberando logo em seguida.

Por meio de nota, a Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos do Recife informou que as famílias que estiverem em casas de parentes e amigos, vão receber colchões e cestas básicas. Para quem for ficar no abrigo, o local dispõe de dormitório e alimentação.

As causas do incêndio ainda não foram identificadas. As chamas não deixaram vítimas.

Mais Lidas