CAMPANHA SALARIAL

Em greve há uma semana, bancários de Pernambuco fazem assembleia para definir rumos da paralisação

Em Pernambuco, 98% dos bancos públicos e 77% dos bancos privados estão fechados. Greve atinge todos os estados da federação

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 13/10/2015 às 8:10
Leitura:


Reportagem de Cibelly Melo

Uma assembleia para avaliação da greve dos bancários acontece nesta terça-feira (13), em Pernambuco. Segundo o sindicato da categoria, até o momento, os trabalhadores não receberam nenhuma proposta dos patrões. A paralisação completa hoje uma semana e atinge os 26 estados e o distrito federal.

Cerca de 10 mil agências interromperam as atividades. Em Pernambuco, de acordo o sindicato, todos os locais de trabalho da Região Metropolitana do Recife, algumas do Agreste e do Sertão, cruzaram os braços na última sexta-feira para reivindicar reajuste de salários, condições de trabalho e mais segurança nas agências. O diretor de assuntos jurídicos do sindicato, João Rufino, afirma que a categoria esperava uma postura mais responsável dos patrões.

Na última sexta-feira, os trabalhadores realizaram um protesto, onde distribuíram sopa por um valor simbólico de dez centavos. O ato teve o objetivo de ironizar a proposta dos patrões, que oferecem reajuste de 5,5%, enquanto os trabalhadores pedem 16%. O ato aconteceu em frente à agência do Bradesco na Avenida Dantas Barreto, área central do Recife.

Até a última sexta-feira, em Pernambuco, os trabalhadores fecharam 87% das unidades bancárias do estado. Nos bancos públicos, a paralisação é mais forte, chegando a 98%. Já nos bancos privados, 77% das unidades fecharam.

Mais Lidas