VIOLÊNCIA

Em menos de 15 dias, clientes sofrem novo assalto no estacionamento do Carrefour da Torre

A rede Carrefour informou que assim que foi acionada pela cliente chamou a Polícia Militar

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 14/10/2015 às 14:34
Leitura:
Foto: Reprodução/ Google Street View

A Delegacia de Roubos e Furtos de Afogados investiga um novo assalto ocorrido no estacionamento do supermercado Carrefour, no bairro da Torre, Zona Oeste do Recife. Uma funcionária pública, que não quis se identificar, teve o carro, um Ford Ka de cor prata, a feira e outros pertences que estavam dentro do veículo, levados pelo assaltante.

A vítima estava acompanhada de duas irmãs e de um cunhado quando foi abordada pelo bandido armado já próximo a cancela da saída. Ela relata como foi a ação criminosa ocorrida no último fim de semana. “No momento que eu fui acionar o botão para abrir a cancela aí na minha frente apareceu um bandido de arma em punho, apontando um revólver, aí passou para o meu lado, na porta do carro, eu tive que abrir, me puxou para fora do carro e aí eu caí e saí correndo, ele entrou no carro e foi embora”, destacou.

Confira os de talhes na reportagem de Lélia Perlim:

A funcionária pública dá características físicas do assaltante. “Ele era alto, branco, boné, bem magro ele, tava com uma camisa cor de listra verde com bege. Só deu para ver isso”, detalhou.

A vítima conta que pretende voltar ao supermercado e detalha os bens que foram roubados junto com o carro. “Tinha muita roupa, bens materiais, a mala do carro estava cheia”, apontou a mulher, afirmando que tinha chegado de viagem.

A rede Carrefour informou que assim que foi acionada pela cliente chamou a Polícia Militar. A empresa reforçou que conta com vigilantes no estacionamento e que está à disposição da polícia para colaborar com as investigações. No dia 28 do mês passado, outro assalto foi registrado no mesmo local. Quatro homens abordaram uma cliente que estava saindo do supermercado. Os assaltantes levaram o carro, R$ 300, um celular e um relógio. Três deles já estão presos.

Mais Lidas