OUTUBRO ROSA

Corrida IMIP e Avon reúne 1.500 participantes nas ruas do Recife Antigo

O objetivo principal da corrida foi a arrecadação de fundos para construção do Instituto de Oncologia da unidade de saúde

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 18/10/2015 às 17:24
Leitura:




A Fundação Alice Figueira de Apoio ao IMIP considera um sucesso a primeira edição da corrida IMIP e Avon contra o câncer de mama. O evento aconteceu neste domingo (18), no bairro do Recife Antigo e contou com cerca de 1.500 inscritos, que participaram das provas de 5 e 10km.

A corredora Valentina Pinheiro contou que a causa da corrida a motivou a participar. Independente de chegar em qual lugar, estar lá e fazer parte desse mutirão de pessoas que estão ali juntas por uma causa nobre, faz muito sentido pra mim”, disse.

A corrida chamou atenção para o Outubro Rosa, mês de combate a mortalidade por câncer de mama, e teve como objetivo principal, a arrecadação de fundos para construção do Instituto de Oncologia da unidade de saúde.

A presidente da Fundação Alice Figueira, Dra. Silvia Rissin, fez um balanço do evento e considera que a corrida foi um sucesso. “Do ponto de vista financeiro, foi muito bom. [Eu deixo] um agradecimento muito grande a toda a população que aderiu a essa primeira corrida”, comemorou.

O próximo evento, promovido com o intuito de arrecadar recursos para a construção do Instituto de Oncologia do IMIP, está marcado para o dia 5 de novembro. Um show da cantora Ivete Sangalo no Teatro Guararapes.

A Dra. Silvia Rissin contou que o evento acontece pelo segundo ano consecutivo. “No ano passado a cantora também doou o cachê, em prol dessa causa. Nós já estamos vendendo os ingressos, na própria Fundação Alice Figueira e nos nossos quiosques dos shoppings Recife, Guararapes e na loja da Ferreira Costa”, disse.

O preço dos ingressos varia de R$ 100 a R$ 230. O montante arrecadado com a corrida ainda não foi contabilizado pelos organizadores. Apenas para construção da base do prédio, onde vai funcionar o Instituto de Oncologia, são necessários R$ 10 milhões. Toda obra está orçada em cerca de R$ 90 milhões.

Confira a reportagem de Lélia Perlim:

Mais Lidas