ATITUDE ADOTIVA

Coluna Atitude Adotiva aborda adoção de crianças maiores

A coluna esclareceu mitos e preconceitos à respeito do tema, e tirou as duvidas sobre o processo de adoção dessas crianças

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 22/10/2015 às 22:46
Leitura:
Foto: Reprodução / Internet

A coluna Atitude Adotiva desta quinta-feira, com o professor da Universidade Federal de Pernambuco, presidente da Associação Pró-adoção e Convivência Familiar, Gead Recife, e pai adotivo, Guilherme Moura, falou sobre a adoção de crianças maiores. Este nome se refere ao processo de adoção das crianças maiores de quatro anos, e falar sobre o tema é de suma importância, uma vez que a maioria das crianças abrigadas encaixam-se neste perfil etário.

O programa esclareceu mitos e preconceitos à respeito do tema, e tirou as dúvidas sobre o processo de adoção das crianças maiores. De acordo com Guilherme, a concepção de filiação não tem a ver com a idade da criança. O processo de adoção dessas crianças, do ponto de vista legal, é identico a qualquer outro, e do ponto de vista prático e psicológico, a condição de filho é a mesma, mas uma criança, na medida que chega com mais idade, chega com mais consciência de sua condição. Tirando esta diferença, tudo é igual. Quando o conceito de pai e mãe, filho e filha é praticado, a questão da idade é descartada.


Confira a coluna atitude adotiva em sua íntegra nos áudios abaixo:

Mais Lidas