INVESTIGAÇÃO

Polícia Federal apreende R$ 85 milhões e prende gerente de empresa suspeita de fraudes fiscais

A ação investiga os crimes de lavagem de dinheiro e caixa dois. Dinheiro foi encontrado em moedas de vários países.

Leitura:
Fotos: Divulgação Polícia Federal


Reportagem de Isabela Dias

A Polícia Federal em Pernambuco apresenta na manhã desta quinta-feira (22) os detalhes da "Operação Truque", que investiga os crimes de e lavagem de dinheiro e caixa dois, além de instituição financeira clandestina. A ação aconteceu nessa quarta-feira (21) e terminou com a prisão do gerente de uma empresa de transporte de valores e apreendeu R$ 85 milhões, sendo 25 milhões em reais e outros 60 milhões de reais convertidos em moedas de diversos países.

A primeira fase da operação foi realizada em abril do ano passado para desarticular uma organização criminosa internacional de doleiros. Na ocasião, a PF apreendeu o equivalente a mais de R$ 22 milhões em uma empresa de segurança de transporte de valores com filial no Recife. Para a ação de hoje, foram mobilizados 24 policiais federais, que vão atuar em Pernambuco e em São Paulo.

Durante a investigação, a Polícia Federal constatou que a empresa de segurança de transporte de valores estava atuando além de seus limites legais, promovendo operações de câmbio a pedido de instituições financeiras e sem autorização do Banco Central. Agora, a PF investiga se essas operações estão registradas na contabilidade da empresa, bem como se as irregularidades continuam acontecendo.

O gerente foi preso em flagrante pela prática do crime de instituição financeira clandestina. Ele, que tem 46 anos é natural do Rio de Janeiro, pediu para não ser identificado. Após a prisão, o gerente foi uma fiança no valor de R$ 1.576 e vai responder ao processo em liberdade.

Mais Lidas