CRIANÇA E ADOLESCENTE

Operação da Polícia Federal investiga três suspeitos de pornografia infantil em Camaragibe

Está é a sétima ação de combate a pornografia infantil deflagrada este ano pela Polícia Federal

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 23/10/2015 às 8:09
Leitura:
Foto: Divulgação/Polícia Federal


A Polícia Federal detalha nesta sexta-feira (23) a segunda fase da Operação Gênesis de combate à pornografia infantil na internet, deflagrada em oito estados. Em Pernambuco, foi cumprido um mandado de busca e apreensão em Camaragibe.

A ação reuniu cerca de 160 policiais, que cumpriram os 41 mandados de busca e apreensão no Rio Grande do Norte, Ceará, Alagoas, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Roraima e aqui em Pernambuco. O nome gênesis significa “nascimento, princípio” e foi usado para resguardar os direitos das crianças e adolescentes.

Os crimes que estão sendo investigados são armazenamento e divulgação de imagens e vídeos de pornografia infantil. Se confirmados, as penas previstas podem chegar a seis de anos de reclusão.

CAMARAGIBE – A Polícia Federal realizou uma varredura preliminar em computadores de três suspeitos, onde nada foi encontrado. Os equipamentos foram apreendidos e passarão por uma nova perícia mais minuciosa.

Caso seja detectada a presença de material pornográfico infantil, os suspeitos poderão ser responsabilizados pelo crime de pornográfica envolvendo criança ou adolescente, cuja pena é de reclusão e varia de 1 a 4 anos. Caso seja comprovado que as imagens foram compartilhados, a pena passa a ser de 3 a 6 anos de reclusão. O proprietário do imóvel foi intimado a comparecer à sede da Polícia Federal, onde prestará posteriormente esclarecimentos sobre os fatos em apuração.

GÊNESIS - esta já é a sétima ação de combate a pornografia infantil deflagrada este ano pela Polícia Federal. Até agora foram cumpridos 22 mandados de busca e apreensão em 21 endereços. Em 2015, dois suspeitos foram autuados em flagrante. Em setembro, a Polícia Federal deflagrou operação para combater distribuição de pornografia infantil em oito estados. As investigações ocorreram em oito estados e cerca de 150 policiais participaram da ação.

Entre os anos de 2013/2014 já foram instaurados 76 inquéritos policiais, desenvolvidas 11 operações. No total, foram cumpridos 42 mandados de busca e apreensão, sete prisões em flagrante. Os crimes aconteceram em 24 cidades com registro de pornografia infantil. Até o momento, 21 suspeitos foram investigados, alguns já foram indiciados e irão responder ao processo em liberdade.

Mais Lidas