EDUCAÇÃO

Em dia tranquilo, abstenção em Pernambuco atinge 23,8% e fica abaixo da média nacional

O índice brasileiro foi de 25,31% no primeiro dia. O menor índice foi na Paraíba, com 20,67%, e o maior em Roraima, 34,9%.

Da Rádio Jornal, com informações da Agência Brasil
Da Rádio Jornal, com informações da Agência Brasil
Publicado em 24/10/2015 às 21:38
Leitura:
Eliana Vitória chegou às 12h01 e não conseguiu entrar: "ano que vem vou chegar duas horas antes", disse. Foto: Juliana Oliveira/Rádio Jornal


O primeiro dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi considerado tranquilo. De acordo com o foi ministro da Educação, Aloizio Mercadante, o índice de abstenção no primeiro dia de provas do de 25,31%, em torno de 1,8 milhão, número menor do que o registrado em 2014. Em Pernambuco, a taxa foi de 23,8%.

A abstenção neste primeiro dia no Distrito Federal foi de 29,36%, em São Paulo, 26,76%, e no Rio de Janeiro, 25,32%. O menor índice foi na Paraíba, com 20,67%, e o maior em Roraima, 34,9%.

A repórter da Rádio Jornal Juliana Oliveira acompanhou o primeiro dia de provas do Enem e conversou com candidatos que fizeram as provas no prédio da Universidade Católica de Pernambuco, um dos locais mais tradicionais do Recife. Ela conversou com Eliana Vitória, que chegou um minuto atrasada e não pode fazer o teste. "Ano que vem vou chegar duas horas antes", diz. Ouça a reportagem:

O ministro destaca que cerca de 800 mil pessoas estão fazendo o Enem apenas para certificação de Ensino Médio e que elas têm a opção de comparecer apenas ao segundo dia de prova. Mais de 7,7 milhões de pessoas se inscreveram para o exame. Mercadante disse que 6.911.938 confirmaram presença, acessando o cartão de confirmação. Não acessaram o cartão 834.498 mil participantes, um padrão semelhante a provas anteriores, segundo o ministro.

Mais Lidas