INSEGURANÇA

Polícia analisa imagens para identificar assaltante que fez mulheres reféns na Boa Vista

O suspeitou, que entrou disfarçado de cliente, levou apenas dois celulares das vítimas

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 26/10/2015 às 14:34
Leitura:
Foto: Lélia Perim/ Rádio Jornal

As três mulheres que foram feitas reféns durante tentativa de assalto a uma casa de festa, no bairro da Boa Vista, na área central do Recife, nesta segunda-feira (26), foram liberadas e passam bem.

De acordo com a polícia, quando o suspeito chegou anunciando o assalto, uma das funcionárias do local conseguiu fugir e pediu apoio a uma viatura que passava pelo local no momento.

Confira os detalhes na reportagem de Lélia Perlim:

Eles pediram reforço, desligaram a energia do local, para impedir que o suspeito acompanhasse a ação dos policiais pelo sistema de câmeras e estabeleceram contato com as reféns por telefone.

O major do Companhia Independente de Operações Especiais (CIOE) explica que as buscas pelo homem, que conseguiu fugir, seguem. “Nesse momento a gente tem um oficial nosso com o dono da empresa verificando o sistema de gravação por que por trás não tem com ele sair, por que atrás é um muro muito alto e tem cerca elétrica”, disse, suspeitando que o homem tenha fugido antes da polícia chegar. “A gente acredita que quando a funcionária saiu ele trancou as outras funcionárias e saiu imediatamente”, completou.

Uma das funcionárias mantida refém disse que não suspeitou do homem. “Ele entrou como se fosse um cliente, bem vestido. Aí a gente não tem noção dos clientes que nós trabalhamos”, detalhou a mulher.

Apesar da ação criminosa, o suspeitou levou apenas dois celulares das vítimas. A casa de recepção continua atendendo normalmente.

Mais Lidas