Ministério Público convoca população para ajudar na luta contra torcidas organizadas

Só nesta quarta-feira, 12 integrantes da Fanáutico, Inferno Coral e Torcida Jovem foram presos

TORCIDAS ORGANIZADAS

Da Rádio Jornal

Fotos: Diego Nigro / JC Imagem

Um dos objetivos da Operação Arquibancada, deflagrada na última quarta-feira, pela Polícia Civil, é conseguir mais provas que possam enquadrar as torcidas organizadas de Pernambuco como organizações criminosas, auxiliando o Ministério público na ação que pede a extinção dessas torcidas no estado.

O promotor de justiça do torcedor, Marcos Carvalho, explicou o procedimento da Polícia Civil antes que as denúncuas sejam encaminhadas para o Ministério Público, e ressaltou a importância da participação popular nas denúncias desse tipo de crime. Confira na matéria de Henrique Santos:

Só nesta quarta-feira, 12 integrantes da Fanáutico, Inferno Coral e Torcida Jovem do Sport foram presos, suspeitos de crimes como richa, associação criminosa, corrupção de menores e posse ilegal de armas. Nas diligências realizadas no Recife, Camaragibe e Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana, foram apreendidos dois revólveres, facas, fogos de artifícios, roupas, calçados e bandeiras com o emblema das torcidas, além de computadores. 

Os 12 presos foram encaminhados ao Cotel, em Abreu e Lima, e outros 2 integrantes de torcidas organizadas ainda estão foragidos.

TAGS

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

CONTINUE LENDO