PASSANDO A LIMPO

Ministro Armando Monteiro conversa com bancada do Passando a Limpo

A bancada também conversou com o advogado do ex-deputado Pedro Correa

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 30/10/2015 às 11:45
Leitura:
Foto: Marcella Falcão / Rádio Jornal


O Passando a Limpo desta sexta-feira, teve sua bancada composta pelos comunicadores Jamildo Melo, Wagner Gomes, Ciro Bezerra e Geraldo Freire. O ministro Armando Monteiro falou no programa sobre sua visita a Londres e ao Irã.

Sobre o Irã, o ministro explicou que é um pais que está voltando agora à comunidade nacional, com a questão do programa nuclear, que vai resultar na suspensão das sanções, e que o país tem um carinho especial pelo Brasil e querem torná-lo um parceiro preferencial. O ministro explicou que com isso os brasileiros podem ampliar o comercio com o Irã a curto prazo, pode vender aviões, equipamentos médicos, fármacos, importar gás liquefeitos, fazer parcerias nas áreas de petróleo, e foi esse o sentido da missão.

Em londres, Armando compareceu a um seminário na área de inovação, e a uma reunião de uma comissão mista formada por um ministro britanico, empresas britânicas e empresas brasileiras. O ministro da área de negocios, inovação e capacitação da Inglaterra manifestou apoio ao pleito brasileiro de retirada da taxa que estão impondo ao açúcar brasileiro, para entrar na União Europeia, o que prejudica os produtores do Nordeste, e ressaltou que este era um apoio muito importante.

O caso do Uber no recife, também foi discutido. Isto porque o prefeito Geraldo Julio acredita que a tecnologia é irreversível, e está aguardando a regulamentação federal, via Senado, para um tomar posicionamento definitivo. A perda de apoio do governo por partidos e entidades políticas, também foi destaque.

O programa também mostrou o áudio de Ronaldo Caiado e o ministro Eduardo Braga, que protagonizaram uma troca de insultos em uma audiencia pública no Senado. A Operação Lava Jato também foi assunto.

O advogado de Pedro Correa Alexandre Lopes, também conversou com a bancada do programa. Na conversa, ele falou o que ia acontecer agora com ex-deputado, e informou que iam recolher a sentença publicada ontem, em que Pedro Correa foi condenado. Segundo o advogado, os fundamentos que levaram à condenação sao meras suposições, e não houve nenhuma prova cabal.

Confira o Passando a Limpo na íntegra:

Mais Lidas