PASSANDO A LIMPO

Diretor jurídico da Adecon falou sobre os problemas do cadastro no Esocial

A bancada também conversou sobre os principais assuntos do Brasil e do mundo

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 03/11/2015 às 11:51
Leitura:
Foto: Luiza Falcão / Rádio Jornal

No Passando a Limpo desta terça-feira, pós feriadão, a bancada conversou com o advogado diretor jurídico da Associação de Defesa do Consumidor, Adecon, Raimundo Gomes de Barros, que falou sobre o cadastro no Esocial. O sistema está com problemas técnicos e trava ao gerar o boleto para pagamento. O cidadão que não conseguir regularizar sua situação até o prazo determinado, tem que pagar uma multa do governo, e o erro é do próprio governo.

Segundo o advogado, quem receber a multa indevidamente deve recorrer ao judiciário para evitar a extorção pelo govrno, e ainda segundo ele, por não caber uma ação coletiva neste caso de relação tributária, cada cidadão terá que recorrer individualmente afim de se isentar do pagamento dessa multa, e assim o Judiciário vai ficar obstruído. "Como o valor da multa é pequeno, isso resulta no fato de o governo estar praticando uma extorção na população", afirmou.


A queda do avião na Rússia, e os possíveis motivos para a queda, também foi assunto no programa, assim como a entrevista que o comandante do Exército, o general Eduardo Vilas Boas, deu ao Estadão, falando que as instituições funcionam bem, e que a crise vai ser superada, e que o Brasil está passando por uma crise ética. O feirão que dará desconto de até 95% para combater dividas dos cidadãos, parte de uma campanha do Serasa que propicia negociações no site também foi citada, e a polêmica da pílula do câncer tambem foi amplamente discutida.

Confira o programa na íntegra:

Mais Lidas