LITORAL SUL

Petroleiros fazem vigília em Suape contra a venda de ativos da Petrobras e por melhores salários

A Polícia Militar está acompanhando o movimento, mas, por enquanto, não há registro de confusão.

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 03/11/2015 às 8:13
Leitura:

Centenas de petroleiros protestam desde o último domingo (1º) em frente ao Terminal Aquaviário de Suape e na Refinaria Abreu e Lima. A categoria está em greve desde o domingo e tem a adesão de quase 100 % dos funcionários, de acordo com o Sindicato dos Petroleiros.

Os trabalhadores permanecem no local em esquema de revezamento. A principal pauta de reivindicação da categoria é o fim do plano de venda de ativos da Petrobras. Além disso, eles pedem o retorno de benefícios retirados pela empresa, como explicou o coordenador geral do Sindipetro, Marcos Aurélio.

Cibelly Melo traz os detalhes:

A greve no estado está ligada ao movimento nacional iniciado no dia 1º de novembro. Cerca de 20 sindicatos ligados à federação aderiram a manifestação em protesto contra a venda de ativos da Petrobras. A estimativa é de uma adesão de 80% da categoria em mais de 33 plataformas e terminais da estatal.

A Petrobras criou uma comissão de negociação para discutir os termos de acordo coletivo de trabalho, que propõe redução de jornada de trabalho e alguns benefícios corporativos aos trabalhadores.

Mais Lidas