CINEMA

Começa o Janela Internacional de Cinema do Recife

Saiba mais ouvindo a coluna Sessão de Cinema desta sexta-feira (6)

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 06/11/2015 às 22:52
Leitura:
Ator Juliano Cazarré no filme Boi Neon. Foto: Divulgação

O festival Janela Internacional de Cinema do Recife, que começou na noite desta sexta-feira (6), foi o principal assunto discutido na coluna Sessão de Cinema, do programa Movimento. A programação abriu com a estreia no Recife do filme Boi Neon, do cineasta pernambucano Gabriel Mascaro.

Os filmes estão sendo exibidos no Cinema São Luiz, no Cinema do Museu e no Cinema da Fundação Joaquim Nabuco. A curadoria é assinada por Kleber Mendonça Filho.

Ouça a coluna:


A professora Silvana Marpoara comentou sobre dois filmes que viu esta semana. “O ‘Grace de Mônaco’ é uma cinebiografia, que mostra que a vida da nobreza não é tão fácil assim. Foi muito bem produzido. E o ‘007’ eu adorei. Cheio de ação, cheio de intrigas. Custou US$ 350 milhões”, disse.

Já o jornalista Houldine Nascimento destacou a estreia da película “Dheepan - O Refúgio”, vencedor do Festival de Cannes deste ano que está em cartaz no Cine Rosa e Silva. “É a história de um grupo de refugiados que sai do Sri Lanka para morar em Paris, fugindo dos horrores da Guerra Civil do seu país. Mas lá eles vivem também muitas dificuldades”, contou.

Mais Lidas