PROTESTO

Prefeituras de 110 cidades fecham as portas em protesto contra o corte de verbas do governo federal

A única área que estará aberta nessas cidades são as escolas onde será realizada a chamada Prova Brasil.

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 09/11/2015 às 7:41
Leitura:
Presidente da Amupe diz que a situação crítica abrange todas as áreas da administração pública. Foto: Michele Souza/Arquivo JC Imagem


Os prefeitos de 110 dos 185 municípios do estado participam nesta segunda-feira de atividades no Recife. O ato público está previsto para começar às 9h na Assembleia Legislativa, no centro da cidade, e deve com a presença de deputados estaduais.

Sem seguida, os gestores municipais seguem em caminhada até o Palácio do Campo das Princesas para a audiência com o governador Paulo Câmara. As prefeituras reclamam da acentuada queda no repasse de verbas gerenciadas pelo governo federal.

Presidente da associação municipalista de Pernambuco e prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota, afirma que do jeito que está, o município não consegue dar assistência à população. “Pra se ter uma ideia, se passa R$ 0,30 por criança para o pagamento da merenda. Isso não dá para comprar uma pipoca”, completa.

A única área que estará aberta nessas cidades são as escolas onde será realizada a chamada Prova Brasil. A avaliação envolve alunos do 5º e 9º ano do ensino fundamental e 3º ano do ensino médio.

Mais Lidas